Cuidados para aumentar a vida útil do motor

A gente sabe que o motor é o coração de todo carro! E cuidar com carinho desse componente é essencial para quem quer aumentar a vida útil do veículo e evitar dores de cabeça. Para isso, a prevenção é um ótimo caminho. É exatamente como a nossa própria saúde: quanto maiores forem os cuidados preventivos, menores serão as chances de surgirem problemas futuros. Pensando nisso, trouxemos cinco dicas simples para você pôr em prática.

 

Correia dentada: fique atento às recomendações do fabricante que constam no manual do carro. A correia dentada deve ser substituída de acordo com essa indicação. Especialistas também recomendam que o conjunto de sincronização da correia também seja verificado neste momento para evitar desgastes precoces na nova correia.

 

Aceleração: ao conduzir o seu veículo, evite acelerações bruscas. Sempre que for arrancar, procure fazer de maneira suave, evitando sobrecargas repentinas no sistema.

 

Óleo: aconselhamos que não pense apenas em economia quando for fazer a troca de óleo. Sempre tenha em mente o custo-benefício. Assim, é indicado que a troca seja com óleo recomendado pelo fabricante, mesmo que este seja um pouco mais caro. Sempre faça as trocas no prazo indicado e dê preferência para a troca do filtro também. Assim, você evita contaminações por impurezas.

 

Borrachas: o motor possui alguns componentes de borracha. Com o tempo, é natural que ressequem e criem fissuras. Por isso, sempre verifique esses itens quando for fazer manutenção. O prazo médio de utilização é de cinco anos, mas pode reduzir dependendo da utilização.

 

Radiador: utilize proporções corretas de água e aditivo. Essa informação também pode ser encontrada no manual do veículo, idealizado pelo fabricante. O chamado sistema de arrefecimento – aquele que controla a temperatura – merece uma atenção especial sempre que for fazer manutenção em seu carro. Nunca deixe de, ao menos, checar como ele está trabalhando.

 

Essas são cinco dicas simples, mas vitais, para que a vida útil de seu motor seja estendida. Ou pelo menos para que ela não seja encurtada! Lembre-se: manutenção preventiva é investimento, e não gasto. Fazê-la pode evitar custos futuros maiores. Para acompanhar nossas dicas e os melhores carros da região, acompanhe-nos nas redes sociais.